Desvendando o mito: rolha x rosca

Alguns mitos rondam as opiniões dos brasileiros quando o assunto é vinho. Um dos mais recorrentes é o embate entre o tipo de fechamento das garrafas: muita gente acha que um vinho fechado com tampa de rosca não tem tanta qualidade quanto o vinho com rolha de cortiça.

Não é bem assim. Segundo especialistas, a tampa de rosca e a rolha não interferem em nada no sabor, textura ou aroma de um vinho de consumo imediato (aquele que sai da vinícola pronto para ser consumido, com até 5 anos de safra). Para esses vinhos, tanto a rolha quanto a rosca protegem o vinho.

A rolha de cortiça surgiu em meados do século XIV, quando a bebida passou a ser armazenada em garrafas de vidro. Ela é imprescindível em vinhos de guarda, pois permite a micro-oxigenação do vinho. Esse pequeno contato com oxigênio favorece o amadurecimento e envelhecimento saudável. Mas trata-se de vinhos que são feitos para ficarem armazenados por pelo menos 15 anos.

A rosca foi criada na década de 1960. Por ser mais acessível e prática (e ecologicamente correta), ela virou tendência ao redor do mundo e é utilizada principalmente em vinho branco e rosé, mais jovens e frescos, mas também são utilizadas em garrafas de vinho tinto.

Já que não precisamos nos preocupar tanto com o fechamento da bebida, por que, então, ainda associamos má qualidade ao uso da rosca? O preconceito com a rosca ainda é bastante forte no Brasil e muitos fabricantes utilizam a rolha de cortiça para não perder consumidor, o que acaba encarecendo o produto, pois a rolha é mais cara. O mesmo preconceito não existe por exemplo em países como Austrália e África do Sul, que usam bastante a rosca em seus vinhos.

Portanto, a escolha entre os dois tipos de fechamento não deve ser sobre qualidade, mas sim sobre a proposta do vinho: consumo imediato ou de guarda. Um vinho de 30 a 40 reais não precisa de todo esse cuidado. Economize e beba seu vinho despreocupado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *